Governo da África do Sul nega que Mandela tenha deixado hospital

A Presidência da África do Sul garantiu hoje (31) que o ex-presidente Nelson Mandela continua internado em um hospital em Pretória, desmentindo informações divulgadas pelas redes de televisão BBC, Sky e CNN de que o líder da luta contra o apartheid tinha voltado para casa.

“A Presidência verificou a existência de informações incorretas da imprensa, segundo as quais o antigo presidente Nelson Mandela tinha deixado o hospital”, diz comunicado. A nota da Presidência acrescenta que Mandela “continua no hospital, em Pretória, e mantém-se em estado crítico, embora estável”.

Nelson Mandela, de 95 anos, ganhador do Prêmio Nobel da Paz em 1993 e primeiro presidente negro da África do Sul, foi hospitalizado no dia 8 de junho deste ano, para tratamento de uma infeção pulmonar, e correu risco de morrer no fim daquele mês. A doença pode ter sido contraída a há cerca de 30 anos, quando Mandela foi preso pela luta contra a segregação racial.

Comentários

Comentários