Instituto Nacional admite risco de ciclone virar furacão (vídeo)

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) realizou uma coletiva de imprensa, na noite desta segunda-feira (16), para orientar a população sobre os cuidados que devem ser tomados em relação à tempestade que atinge a costa do RS nesta terça-feira (17).

Nomeada pela Marinha como Yakecan — o som do céu em tupi-guarani— a tempestade deve ganhar intensidade durante a tarde (17), com rajadas de vento que podem ultrapassar os 100 km/h.

Nesta terça-feira (17), a tempestade subiu de classificação, chegando a tempestade tropical.

O diretor do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Miguel Ivan, explicou que não está descartado o risco de que ela avance para a intensidade de um furacão, quando o vento chega a 120km/h.

Ele pontua que quando a Marinha nomeia um ciclone, há grandes riscos de estragos.

Ele orientou a população a se cadastrar enviando SMS para 40199 para receber os alertas da Defesa Civil, além de tomar cuidados básicos como desligar eletrodomésticos da tomada e fechar a saída de gás em casos de estragos.

A Defesa Civil pode ser contatada pelo telefone 199 e os bombeiros pelo 193.

Se o vídeo não abrir clique aqui

Receba as principais notícias no seu WhatsApp

Comentários

Comentários