Osório sedia Seminário Regional da Política Estadual de Agroindústria Familiar

O município de Osório sediou, nesta sexta-feira (03), o Seminário Regional da Política Estadual da Agroindústria Familiar. O evento, promovido pela Emater/RS-Ascar e Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, foi realizado na Câmara de Vereadores do município, com a presença de mais de cem pessoas.

O gerente regional adjunto da Emater/RS-Ascar de Porto Alegre, Volnei Wruch Leitzke, ressaltou que, na região, ainda há muitas dúvidas sobre os encaminhamentos para a formação de uma agroindústria. “O evento é mais uma oportunidade de as pessoas perguntarem e se informarem se é ou não interessante para elas a criação de um empreendimento”, destacou. Leitzke falou ainda da preocupação que tem com o pescado, abundante na região, e que poderia ser processado para a venda diretamente no mercado pelos pescadores artesanais profissionais.

Na sequência, o diretor do Departamento de Agroindústria Familiar, Comercialização e Abastecimento da Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), Ricardo Fritsch, apresentou o Programa de Agroindústria Familiar. Conforme Fritsch, estão previstos através do programa o apoio à legalização de agroindústrias, assistência técnica e extensão rural, qualificação profissional, confecção de rótulos e apoio à comercialização através de feiras, mercados institucionais e pontos de venda.

O programa conta com o Selo Sabor Gaúcho, que pode ser utilizado pelas agroindústrias cadastradas e cujo objetivo é agregar valor, melhorar a renda e contribuir para o desenvolvimento regional.

Suasa e Susaf
Após, a médica veterinária da Coordenadoria de Inspeção de Produtos de Origem Animal da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Agronegócio (Seapa), Ângela Antunes de Souza, apresentou as diferenças entre os sistemas de inspeção de produtos de origem animal: o Sistema Único de Atenção à Sanidade Agropecuária (Suasa), federal, e o Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar, Artesanal e de Pequeno Porte (Susaf/RS). Até agora, de acordo com Ângela, apenas 15 municípios encaminharam junto à Seapa processos de inclusão no Susaf/RS e nenhum deles é do Litoral Norte.

Fluxo operacional
Já o engenheiro agrônomo da Emater/RS-Ascar Márcio Dalbem falou sobre o fluxo operacional e administrativo do Programa de Agroindústria Familiar. Conforme Dalbem, primeiramente o agricultor deve preencher a ficha de cadastro no programa. Após, devem ser anexados os documentos exigidos, que serão encaminhados à Emater/RS-Ascar e, posteriormente, ao Comitê Regional de Agroindústria. Por fim, a documentação é repassada ao Departamento de Agroindústria Familiar da SDR, que emite o atestado de cadastramento.

Seminário em Porto Alegre
Na próxima semana, o Seminário Regional de Política Estadual da Agroindústria Familiar acontecerá em Porto Alegre, integrando 53 municípios da Região Metropolitana e Delta do Jacuí, Sinos, Paranhana e Caí. O encontro será no dia 7 de agosto, no auditório da Emater/RS-Ascar (Rua Botafogo, 1051), a partir das 8h30.

Comentários

Comentários