Porto Alegre já havia cancelado festa de Réveillon

O prefeito Sebastião Melo anunciou na manhã desta quarta-feira, 1º, que a gestão definiu pelo cancelamento da festa de Réveillon dos 250 anos de Porto Alegre prevista para ocorrer na prainha da Orla do Guaíba, junto à Usina do Gasômetro.

A medida é preventiva diante da incerteza dos impactos da nova variante do vírus causador da Covid-19, a Ômicron.

A decisão foi tomada em reunião com secretários municipais e a concessionária do trecho 1, a Gam 3.

Conforme o prefeito, ainda que não haja clareza por parte da comunidade científica sobre a dimensão e o potencial de gravidade, o núcleo do governo optou por evitar a aglomeração prevista para acompanhar a programação de shows.

“O cancelamento é uma medida de cautela, diante de um cenário incerto. Porto Alegre retomou as atividades de forma responsável ao longo do ano, com prioridade máxima para a vacinação. É com a mesma responsabilidade que agora deixaremos de realizar a festa na Orla e seguiremos acompanhando os desdobramentos com atenção, na precaução de resguardar a saúde pública e o funcionamento da cidade”, reforça Melo.

A reunião no Paço Municipal teve participação dos secretários de Saúde, Mauro Sparta, de Cultura, Gunter Axt, Extraordinário da Covid-19, César Sulzbach, e dos 250 anos, Rogério Beidacki.

Vacinação – Porto Alegre se destaca como uma das capitais que mais vacina no país, com mais de 2,5 milhões de doses aplicadas.

Segundo dados da secretaria da Saúde, 99,9% da população já tomou a primeira dose e 89,7% a segunda dose.

Comentários

Comentários