Enchentes no RS: onde a situação piora e melhora nos próximos dias

A catástrofe das enchentes no Rio Grande do Sul entra em sua segunda semana com uma tendência de piora na maioria das regiões, devido aos volumes excessivos a extremos de chuva registrados no estado desde o dia 29/04, segundo a MetSul.

Frigorifico Borrussia

Isso faz com que vários rios que haviam baixado retornem às cotas de inundação, enfrentando a segunda enchente em apenas dez dias.

Nas bacias dos rios Taquari e Caí, o pior momento ocorre agora na primeira metade da semana.

Esses são dois rios de resposta rápida, que sobem muito rapidamente com a descida das águas da Serra.

Feira dos Retalhos

Embora os níveis não atinjam as marcas extremas do início do mês, que foram recordes, as cheias serão de grandes proporções, alagando um grande número de localidades.

Na segunda metade da semana, espera-se que os níveis baixem, mas um episódio de chuva entre quinta e sexta-feira merece atenção.

Enchentes no RS: onde a situação piora e melhora nos próximos dias
Livros Cristãos

Na bacia do Paranhana, o pior momento ocorre agora no início da semana.

Trata-se de outro rio de resposta rápida, onde o grande volume de água precipitado na Serra escoa rapidamente.

Ao longo da semana, espera-se que o nível baixe.

Já o Rio dos Sinos, que recebe as águas do Paranhana, deve ter um aumento significativo do nível de Campo Bom até Canoas, na Grande Porto Alegre, ao longo da semana.

A cheia será de grandes proporções.

Xis do Jô

O Jacuí é um rio de resposta mais lenta, com um grande volume de água que precisa percorrer uma grande distância a partir das nascentes no Norte do estado.

Com chuvas em toda a bacia, com volumes de 100 mm a 200 mm, a situação deve piorar ao longo da semana.

O vento Sul deve agravar a situação, especialmente nesta primeira metade da semana, na área de Eldorado do Sul e partes de Guaíba.

O Rio Gravataí receberá grandes volumes de água que estão caindo no Litoral Norte, na região de Santo Antônio da Patrulha, e que se dirigem para a Grande Porto Alegre.

Registre sua marca

Assim, os níveis do Gravataí tendem a se elevar gradualmente ao longo da semana, com uma cheia de grande porte.

O Guaíba, em Porto Alegre, recebe água de todos esses rios. Portanto, como todos estão com cheias e com tendência de agravamento, a situação vai piorar na capital ao longo da semana com a chegada da segunda grande onda de vazão dos rios contribuintes.

Preocupa o Vento Sul, com represamento no Norte da Lagoa dos Patos, que eleva o Guaíba, e que vai soprar nesta segunda, terça e novamente na sexta-feira.

No Sul do estado, a enchente continua nesta semana nas cidades junto à Lagoa dos Patos.

Conforme o dia e a velocidade do vento, haverá melhora ou piora em cidades como Pelotas, Rio Grande, São José do Norte e São Lourenço do Sul.

Com muita água ainda descendo do Guaíba, a enchente no Sul será de longa duração.

Receba as principais notícias no seu WhatsApp

Comentários

Comentários