Frente fria reforçará instabilidades no Rio Grande do Sul nas próximas horas

Foto Arquivo: Chuva chegando em Osório. Foto: Rogério Reinheimer Bernardes/Litoralmania

Sistema frontal provocará instabilidade intensa a partir da madrugada de quinta-feira (02/05), com risco de transtornos e agravamento da situação em diversas regiões.

Frigorifico Borrussia

Uma frente fria avança pelo Rio Grande do Sul e Santa Catarina a partir da madrugada de quinta-feira (02/05), trazendo chuva forte a torrencial, temporais localizados e risco de alagamentos e inundações.

A MetSul alerta para a possibilidade de eventos severos, como tornados e microexplosões atmosféricas, em áreas isoladas.

O que esperar:

  • Chuva forte a torrencial: Acúmulos altos a excessivos em curto intervalo, com alto risco de alagamentos e agravamento das inundações já existentes.
  • Temporais: Ventos fortes, granizo e descargas elétricas podem afetar diversas regiões.
  • Deslizamentos de terra: O solo saturado aumenta o risco de desmoronamentos.
  • Risco de tornados e microexplosões: Fenômenos severos podem ocorrer de forma isolada.
Psicólogo Regis Soster

Maiores riscos:

  • Madrugada e manhã de quinta-feira (02/05): Instabilidade mais intensa em todo o estado.
  • Metade Norte do RS: Precipitação persistente ao longo do dia, inclusive em municípios que ainda não registraram chuva excessiva.
  • Norte do RS e Santa Catarina: Acúmulos de chuva extremamente altos, com risco de cheias de rios, alagamentos e inundações severas.
Livros Cristãos
Frente fria reforçará instabilidades no Rio Grande do Sul nas próximas horas

Outras informações importantes:

  • Raios e trovoadas: Alta incidência de raios nuvem-solo, com risco de afetar a rede elétrica.
  • Ar frio: Ingresso de ar frio no Sul e na Campanha a partir de quinta-feira à tarde.
  • Bloqueio atmosférico: Ar quente impede progressão significativa do ar frio, concentrando-o no RS e SC.
  • Sudeste do Brasil: Calor intenso e anômalo para maio persiste.
Disco Mania

Recomendações:

  • Acompanhe os avisos da Defesa Civil e dos órgãos de segurança.
  • Evite áreas alagadas e de risco.
  • Tome cuidado ao se deslocar pelas ruas.
  • Mantenha-se informado sobre a situação das chuvas e das cheias.
  • Em caso de emergência, acione os serviços de resgate.

Receba as principais notícias no seu WhatsApp

Registre sua marca

Comentários

Comentários