Mortes por Dengue aumentam: Rio Grande do Sul tem 25 regiões em alerta vermelho

A situação da dengue no Rio Grande do Sul é preocupante, com 25 das 30 regiões do Estado em alerta vermelho para a doença.

Vero Internet

Isso significa uma “situação de crise”, de acordo com o sistema de alertas para dengue do Estado.

As regiões Metropolitana, Litoral, Central, Norte, Noroeste, Vales, Fronteira Oeste, entre outras, estão entre as áreas afetadas.

Portela Serviços Funerários

O Comunicado de Risco para Dengue, emitido semanalmente pela Secretaria Estadual da Saúde (SES), aponta essa situação crítica.

O Rio Grande do Sul classifica as regiões em níveis de alerta para a dengue, sendo o nível 4 (vermelho) o mais alto, indicando uma “situação de crise”.

Massagem
Mortes por Dengue aumentam: Rio Grande do Sul tem 25 regiões em alerta vermelho

Além das 25 regiões em alerta vermelho, o Estado tem três em alerta laranja e duas em nível amarelo. Não há áreas no nível branco, o mais baixo.

A Secretaria Estadual da Saúde alerta que o cenário pode ser ainda pior do que o descrito, pois há municípios que não estão incluindo os casos de dengue no sistema nacional de registros.

Em 2024, o Rio Grande do Sul enfrenta o pior cenário de dengue de sua história, com 69 mortes registradas em menos de quatro meses, superando o recorde anterior de 66 óbitos em 2022.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), as últimas  vítimas são um homem indígena, de 24 anos, morador de Tenente Portela, e um idoso, de 75 anos, residente de São Leopoldo.

As mortes ocorreram nos dias 7 e 10 de abril, respectivamente, e nenhum dos dois tinha comorbidade declarada.

Receba as principais notícias no seu WhatsApp

Registre sua marca

Comentários

Comentários