Período sem chuva chegando no RS: agricultores preocupados e turismo animado no Litoral

O estado do Rio Grande do Sul se vê diante de um cenário de chuvas escassas para a primeira metade de fevereiro, desencadeando preocupações para a agricultura, especialmente no período crucial da safra de verão 2023-2024.

Triplo X Lanches

No entanto, essa mesma condição climática se mostra favorável para o setor de turismo na faixa costeira, coincidindo com dois feriadões.

A MetSul Meteorologia prevê um longo período com pouca chuva no território gaúcho, marcado por dias ensolarados e temperaturas acima da média.

Portela Serviços Funerários

Essa previsão cria um contraste entre o impacto negativo no campo, afetando a demanda hídrica da soja, e o cenário positivo no Litoral Gaúcho, onde se espera uma afluência significativa de turistas durante os feriados municipais e de Carnaval.

Enquanto no campo o período seco representa um desafio crítico para a safra de soja, na costa gaúcha a combinação de uma grande massa de ar seco e quente favorece a ocorrência de dias ensolarados e calorosos.

Período sem chuva chegando no RS: agricultores preocupados e turismo animado no Litoral
Massagem

O domo de calor associado a um centro de alta pressão na Argentina contribui para a sequência de dias firmes e quentes, com as maiores máximas concentradas na Metade Oeste do estado.

A expectativa é de que os primeiros dez dias de fevereiro sejam extremamente secos, com chuvas muito escassas.

Embora se espere chuva isolada em alguns momentos, a maioria dos dias não deve apresentar precipitação significativa, acarretando uma rápida evapotranspiração e estresse para as plantas em estágio crucial da safra.

Disco Mania

Os mapas de chuva indicam volumes mínimos para o período, e a possibilidade de algumas cidades encerrarem os primeiros dez dias de fevereiro sem qualquer registro de chuva.

Entretanto, projeções apontam para a volta da chuva entre os dias 12 e 15, coincidindo com o Carnaval.

Apesar do cenário de chuva escassa ser esperado devido à presença do fenômeno El Niño, a MetSul já havia alertado em sua tendência climática de dezembro sobre a possibilidade de períodos de pouca chuva ou precipitações escassas durante o verão, com impacto na produção agrícola em algumas regiões.

Receba as principais notícias no seu WhatsApp

Registre sua marca

Comentários

Comentários