RS tem 8 pontos impróprios para banho: 1 no Litoral Norte

A Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) lançou seu oitavo boletim semanal de balneabilidade, revelando que, dos 91 pontos analisados no Estado, oito estão impróprios para banho.

Hoffmeister Assistência Funeral

A conscientização ambiental e a preocupação com a saúde pública são temas centrais diante dessa informação alarmante.

Os pontos considerados impróprios para banho são:

  • Barra do Ribeiro – Praia Recanto das Mulatas – Lago Guaíba
  • Candelária – Balneário Carlos Larger – Rio Pardo
  • Dom Pedrito – Praia Passo Real – Rio Santa Maria
  • Pelotas – Valverde – Trapiche
  • Pelotas – Valverde – Av. Sen. Joaquim A. de Assunção
  • Santa Vitória do Palmar – Barra do Chuí
  • Santa Vitória do Palmar – Balneário do Porto – Lagoa Mirim
  • Torres – Praia da Cal – Av. Independência
Psicólogo Regis Soster

O retorno à condição própria de um ponto em Xangri-lá (Rainha do Mar) e dois pontos em Imbé (Mariluz e Santa Terezinha) é um alívio, mas a situação de outros locais permanece crítica.

A Praia da Cal, em Torres, continua imprópria na região, registrando baixos valores da bactéria Escherichia coli nas últimas duas semanas.

Se a situação persistir, a expectativa é que o ponto volte a estar balneável no próximo boletim.

Em contrapartida, Valverde – Trapiche, em Pelotas, não apresenta perspectivas de melhoria.

RS tem 8 pontos impróprios para banho: 1 no Litoral Norte
Livros Cristãos

Desde o primeiro boletim, divulgado em 15 de dezembro, o local vem apresentando altos valores, indicando uma condição preocupante e sem previsão de mudança em fevereiro.

A classificação imprópria para banho sugere riscos à saúde, principalmente para crianças, idosos e pessoas com baixa imunidade.

Os sintomas mais comuns após o contato com águas contaminadas são diarreia, dor abdominal e enjoos.

A Fepam realiza o monitoramento da qualidade da água semanalmente, disponibilizando os boletins às sextas-feiras. Os resultados são divulgados no site da Fepam, redes sociais e no web aplicativo Balneabilidade.

star

É crucial que os banhistas evitem pontos impróprios e seus arredores, especialmente junto às águas provenientes de tubulações, arroios ou rios.

A instalação de placas informativas destacando os locais próprios ou impróprios é de responsabilidade das prefeituras, sendo essencial para a conscientização pública e preservação ambiental.

Litoralmania Sistemas

Recomendações aos Banhistas:

  • Entre na água apenas em locais com condição PRÓPRIA para banho.
  • Evite banhos nas primeiras 24 horas após chuvas intensas, em saídas de córregos ou rios que afluem nas praias, pois as águas podem estar contaminadas por esgotos domésticos.
  • Evite banho em locais com concentração de algas, pois podem conter toxinas prejudiciais à saúde.

Receba as principais notícias no seu WhatsApp

Comentários

Comentários