Alemanha suspende alerta para o consumo de pepinos

O governo da Alemanha suspendeu hoje (10) o alerta para o consumo de pepinos, de alface e tomate. A medida foi adotada nas províncias mais afetadas da Baixa Saxônia e Hamburgo.

A suspensão foi motivada pela falta de provas de que nesses produtos há o risco de contaminação da bactéria E.coli. A epidemia da bactéria foi responsável por 30 mortes.

A principal suspeita agora é que a E.coli seja transmitida por meio dos brotos de feijão. Os especialistas da Alemanha mantêm as investigações sobre a origem da doença principalmente na região de Uelzen. Para as autoridades, nessa área surgiu a bactéria. Porém, até agora, não foi possível testar em laboratório a presença da bactéria.

No último dia 25, o Instituto Robert Koch e o Instituto Federal de Prevenção de Riscos emitiram uma recomendação para que as pessoas não comessem tomates, pepinos e alface crus, em resposta às primeiras informações obtidas por meio dos pacientes.

O surto iniciado há duas semanas no Norte da Alemanha já infectou mais de 2,4 mil pessoas, das quais algumas desenvolveram complicações renais e neurológicas. Autoridades de Portugal e da Espanha informaram que a doença chegou a esses países.

Comentários

Comentários