Baleia morta é recolhida na beira mar de Tramandaí

Nesta terça-feira (20/02), uma equipe da Patrulha Ambiental (Patram) do 1° Batalhão Ambiental, em apoio ao Centro de Estudos Costeiros e Marinhos (CECLIMAR), realizou o recolhimento de uma baleia “cachalote” na orla marítima de Tramandaí, próximo à guarita 140. A operação contou com o reforço da Operação Golfinho.

Frigorifico Borrussia

O animal, uma fêmea jovem de 2,45 metros, foi encontrado morto, e após análises minuciosas por biólogos e veterinários, foi identificado como pertencente à espécie “Cachalote-pigmeu” (Kogia breviceps).

Essa espécie é semelhante à Jubarte-anã, mas suas características se distinguem pela posição da nadadeira dorsal, que no Cachalote-pigmeu fica no centro do corpo, enquanto na Jubarte-anã fica mais para o lado da cauda.

Psicólogo Regis Soster

Além disso, há diferenças de tamanho entre as duas espécies.

A equipe da Patram acompanhou e escoltou uma máquina carregadeira da prefeitura, que transportou o animal até o CECLIMAR, onde serão realizados mais estudos sobre a baleia.

Massagem
Baleia morta é recolhida na beira mar de Tramandaí

A Polícia Ambiental reforça a importância de buscar informações junto à Defesa Civil da cidade e conhecer os Planos de Contingência municipais para saber quais os riscos e como agir em caso de desastre.

Em caso de emergência, ligue para o número 193 ou 190.

Receba as principais notícias no seu WhatsApp

Litoralmania -Sistemas

Comentários

Comentários