Ciclone põe fim a chuva, mas impulsiona o frio no RS

Acabou! Enfim, depois de uma semana de muita chuva o tempo começa a firmar no Rio Grande do Sul.

A grande maioria das cidades gaúchas teve 100 mm a 150 mm. Muitas passaram de 200 mm e algumas chegaram até a 300 mm ou mais.

Foi o episódio de chuva mais expressivo no território gaúcho em muito tempo, tal como fora antecipado pela MetSul Meteorologia, e exatamente como o prognosticado a chuva cessaria nesta segunda e o tempo começaria a melhorar com o ingresso de ar mais seco e frio no estado.

Começa agora, depois de um prolongado período chuvoso, uma longa sequência de dias com tempo firme e predomínio do sol.

A melhora do tempo é garantida pelo ingresso de ar mais seco e frio que é impulsionado por um ciclone extratropical que na manhã de hoje estava na costa da Argentina. O ar mais frio e de alta pressão avança pelo continente.

Este ciclone, a propósito, não é intenso e vai se distanciar do continente, sem oferecer riscos ao Sul do Brasil.

As menores mínimas ocorrem entre quarta e sábado. Na fronteira com o Uruguai e na região da Campanha, a temperatura pode descer a 6ºC a 8ºC na quarta, 5ºC a 7ºC na quinta, 3ºC a 5ºC na sexta e 5ºC a 7ºC no sábado.

Nos Aparados da Serra, mínimas de até 5ºC na terça, 0ºC ou 1ºC na quarta e ao redor de 0ºC ou pouco abaixo de zero na quinta, sexta e sábado.

Com as mínimas previstas, a MetSul antecipa a ocorrência de geada nesta semana, em especial em baixadas de localidades de maior altitude da Metade Norte gaúcha, como na área de Soledade, na Serra e nos Aparados, assim como de forma isolada no Sul gaúcho, especialmente na fronteira com o Uruguai e Serra do Sudeste.

Receba as principais notícias no seu WhatsApp

Comentários

Comentários