Confirmado novos casos de codetecção de influenza e coronavírus no RS

Pesquisadores da rede pública de saúde do Distrito Federal estudam evolução do coronavírus, causador da Covid-19, em pacientes. © Acácio Pinheiro/Agência Brasília

O Laboratório Central do Estado (Lacen/RS) confirmou mais três casos de codetecções simultâneas dos vírus Influenza e coronavírus.

Eles foram identificados em residentes de Carazinho, Santa Maria e Santa Rosa. No final de dezembro, um outro caso já havia sido registrado em Porto Alegre.

Os resultados reforçam o alerta de que os dois vírus respiratórios estão em circulação e que é importante que sejam mantidas as medidas de prevenção à gripe e covid-19, que são as mesmas: uso de máscara, distanciamento interpessoal e vacinação contra as duas doenças.

Esses últimos três casos tiveram resultado no Lacen pelo exame de RT-PCR que detectou a presença tanto do coronavírus (SARS-CoV-2) quanto o da Influenza do tipo A. Um segundo exame mais detalhado ainda é esperado para saber qual é a cepa do vírus: A-H1N1 ou A-H3N2.

Os casos mais recentes tratam-se todos do sexo masculino: 63 anos o de Carazinho, 20 anos o de Santa Maria e 54 anos o de Santa Rosa. O caso anterior, de Porto Alegre, era um rapaz de 21 anos.

Exames para Influenza

O Lacen/RS mantém um monitoramento dos vírus respiratórios em circulação no Estado, adotando protocolos específicos formulados após a pandemia de H1N1 em 2009.

Atualmente, esses casos de Influenza acabam entrando como suspeitas de covid-19, já que tratam-se de quadros clínicos semelhantes.

Em situações prioritárias, além do exame para o coronavírus, as amostram são analisadas ao mesmo tempo para Influenza A (H1N1 e H3N2), Influenza B e vírus sincicial respiratório (VSR).

São elencados como prioritários para esse painel mais completo os casos que chegam no Lacen de hospitalizações e óbitos por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e casos de síndrome gripal (sem necessidade de internação) em crianças de até dois anos ou por amostragem dos seis prontos atendimentos considerados unidades sentinela no Estado.

Casos de Influenza no RS

Desde o início de dezembro, o Lacen já identificou 347 casos de Influenza A em residentes de 70 cidades diferentes. Entre eles, dois óbitos já foram confirmados (em residentes de Porto Alegre e São Francisco de Paula).

Receba as principais notícias no seu WhatsApp

Comentários

Comentários