Inauguração do presídio feminino de Torres gera 133 novas vagas prisionais

O governo do Estado inaugurou na manhã desta segunda-feira (16), em Torres, o novo presídio feminino do município. Avaliada em R$ 1,3 milhões, a obra gera 133 novas vagas no sistema prisional, sendo 57 no regime fechado e 26 no semiaberto. Outros dois novos albergues construídos junto ao prédio vão receber mais 50 detentos, mas de ambos os sexos e também cumprindo pena no regime semiaberto.

Durante a solenidade de inauguração, o secretário de Obras Públicas, César Baumgratz, destacou da necessidade de “um novo paradigma para rompermos com o velho e avançarmos”.

Segundo Baumgratz, o novo presídio é também um espaço para buscar a reinserção social, assinalando que a obra é mais uma amostra do foco do governo do Estado na resolução do histórico déficit carcerário.

Para o superintendente dos Serviços Penitenciários, Mario Santa Maria Júnior, a entrega da nova unidade prisional representa mais uma promessa cumprida pelo governo do Estado. “É uma obra que propiciará aos detentos uma forma mais digna de cumprimento da pena, bem como também propiciará melhores condições de trabalho aos servidores da Susepe”, disse.

Além do secretário de Obras Públicas e do superintendente dos Serviços Penitenciários, prestigiaram o ato o secretário adjunto da Segurança Pública, Rubens Edison Pinto, a diretora-geral da SSP, Isis Nelly dos Santos, e autoridades ligadas ao Executivo, Legislativo, Judiciário e segmento da Segurança de Torres e região.

Prédio foi totalmente remodelado para abrigar as detentas

Destinado inicialmente a apenados do sexo masculino, do regime fechado, o Presídio Estadual de Torres foi inaugurado em 1972.
Para abrigar detentas do regime semiaberto, o prédio passou por uma reforma geral, incluindo a criação de um novo albergue. Foram executadas obras na rede elétrica, da fossa séptica e filtro do esgoto.

Houve também a reforma das guaritas e passarela, executada a construção de uma nova guarita, bem como iluminação externa e nova entrada de energia, além de pavimentação e drenagem do pátio.

Ainda foram erguidos novos muros externos com concertina e feita a reforma do bloco administrativo. O total é de 555m² de área construída.

Comentários

Comentários