Inaugurada nova ponte da ERS-474 em Santo Antônio da Patrulha

O governo do Estado inaugurou, nesta quinta-feira (3/8), a nova ponte sobre o Arroio Pereira, no km 3,5 da ERS-474, em Santo Antônio da Patrulha.

Frigorifico Borrussia

O governador Eduardo Leite e o vice Gabriel Souza participaram do ato, acompanhados pelo secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella, pelo diretor-presidente da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), Luiz Fernando Záchia, e pelo prefeito de Santo Antônio da Patrulha, Rodrigo Massulo.

A obra – que contou com investimento de R$ 858.921,72, oriundos da praça de pedágio – foi concluída cerca de quarenta dias após o ciclone extratropical que atingiu o Rio Grande do Sul em junho ter destruído completamente a estrutura anterior.

A nova ponte apresenta uma galeria dupla de 11m de comprimento por 11m de largura.

Dr. Sander Fridman - 16/11

“Reunimos o secretariado e mobilizamos todas as nossas forças. O vice-governador se dedicou especialmente a isso. Todos se engajaram para que conseguíssemos, de forma rápida, dar atenção ao problema. Essas comunidades não estão sozinhas, e vamos mudar o cenário juntos”, destacou Leite.

“A ponte é mais uma entrega importante que fizemos em um curto prazo, e seguiremos trabalhando para realizar outros projetos a fim de recuperar o que foi destruído pelo ciclone.”

Massagem
Inaugurada nova ponte da ERS-474 em Santo Antônio da Patrulha

A partir da queda da antiga ponte, as equipes técnicas da EGR montaram um desvio provisório para viabilizar o tráfego de veículos enquanto os serviços de reconstrução da estrutura avançavam diariamente. Com isso, os usuários puderam continuar se deslocando entre Santo Antônio da Patrulha e região até os trabalhos serem finalizados.

Na primeira quinzena de julho, o local precisou ser interditado em duas oportunidades em função da enchente provocada pela passagem de um novo evento climático. De acordo com Záchia, a mobilização da empresa foi crucial para que a obra fosse concluída em um curto período (exatos 42 dias), mesmo após as condições climáticas adversas.

Camila Martins/Secom e Ascom EGR
Edição: Felipe Borges/Secom

star

Comentários

Comentários