Litoral registra 19 novas mortes por coronavírus e mais de 100 pacientes esperam internação

O COE da 18ª CRS divulga o Boletim Coronavírus n° 230 e informa que o Litoral Norte possui 38291 casos confirmados, nas últimas 24 horas foram 466 casos novos confirmados.  Em apenas 11 dias deste mês, a região já ultrapassou o total de casos confirmados do mês de novembro (5226) e o total de óbitos de dezembro (122).

Desde ontem foram notificados 19 óbitos (quatro em Tramandaí, três em Capão da Canoa e Torres, doisem Maquiné e um Arroio do Sal, Capivari do Sul, Cidreira, Palmares do Sul, Santo Antônio da Patrulha, Terra de Areia e Três Cachoeiras), totalizando 681. Há 5232 pacientes com a doença ativa e 286 internados.

A taxa de ocupação de UTI está em 99% e a de leitos clínicos em 115%.

A partir de hoje a região conta com 128 leitos clínicos para Covid-19, com o incremento de leitos no hospital Nossa Senhora dos Navegantes, de Torres.

Apesar deste esforço dos hospitais em aumentar sua oferta de leitos, a lista de espera por leitos continua muito além da capacidade de atendimento da região. Hoje há 62 pacientes aguardando um leito de UTI e 44 aguardando um leito clínico.

Ontem, dos 104 pacientes que aguardavam leito clínico ou de UTI, 41 tiveram seus pedidos encerrados, dos quais nove com evolução para óbito.

Muitos pacientes permanecem entubados fora da UTI devido à falta de leito, faltam equipamentos, medicamentos e profissionais de saúde para atender toda a demanda em hospitais, UPAs, Pronto-Atendimentos e Unidades exclusivas destinadas a suspeitos de Covid-19. Esse colapso na rede assistencial continuará a provocar óbitos por falta de atendimento adequado.

Além da detecção da variante P1 (Manaus), hoje foi confirmada a variante P2 em amostras de Torres e Capão da Canoa. Estas cepas estão associadas a maior contágio e aumento do número de casos graves.

Clique e veja o boletim na íntegra

O COE Regional conclama a população a permanecer em casa e adotar todas as medidas protetivas já amplamente divulgadas.

Quer receber as principais notícias em seu WhatsApp? Clique aqui.

Comentários

Comentários