Namorada de Gaúcho morto pelo Hamas diz que governo Lula nunca os procurou: “esqueceram da gente”

Namorada de Gaúcho morto pelo Hamas diz que governo Lula nunca os procurou: "esqueceram da gente"

Mundo: Israek Katz, ministro de Relações Exteriores de Israel, publicou um vídeo onde ouviu a brasileira Rafaela Triestman, de 20 anos, namorada do gaúcho morto pelo Hamas.

INB Telecom

Ele iniciou escrevendo nas redes sociais: “A brasileira Rafaela Triestman estava no festival de música Nova quando terroristas do Hamas atacaram Israel, em 7 de outubro.

Rafaela sobreviveu, mas seu namorado Ranani Glazer foi brutalmente assassinado por terroristas do Hamas, juntamente com vários dos seus amigos”.

Dr. Sander Fridman - 16/11

Depois pediu que Lula ouvisse a mensagem:

“Presidente @LulaOficial, após a sua comparação entre a nossa guerra justa contra o Hamas e os atos desumanos de Hitler e dos nazistas, a Rafaela tem uma mensagem que o senhor deveria ouvir”.

No vídeo, Rafaela afirmou não ter sido procurada em nenhum momento pelo governo federal, assim como outras vítimas do ataque “simplesmente nós sentimos que esquecerem da gente”.

Também contou detalhes dos momentos de terror.

Massagem
Namorada de Gaúcho morto pelo Hamas diz que governo Lula nunca os procurou: "esqueceram da gente"

“Ouvi gritos, risadas, o Hamas entrava dentro do nosso bunker e atirava nas pessoas e riam da nossa cara… Isto não é um grupo de defesa, isto é um grupo de terrorismo… Queimaram pessoas vivas, sequestraram, estupraram…

Ainda disse que Israel vem ajudando com todo seu processo de cura, medicação, de tratamento, psicólogos e lamenta não poder voltar ao Brasil, ciente de que o governo do país está, segundo ela, contribuindo para o antissemitismo e representando um perigo concreto para a comunidade de judeus.

Até o momento o governo Lula não se manifestou sobre as fortes declarações.

CLIQUE AQUI PARA VER O VÍDEO NA ÍNTEGRA

Quem era Ranani Nidejelski Glazer

Ranani Nidejelski Glazer, de 23 anos, nascido em Porto Alegre em 13 de outubro de 1999 e com cidadania israelense, morava em Israel há sete anos, onde serviu no serviço militar.

Namorada de Gaúcho morto pelo Hamas diz que governo Lula nunca os procurou: "esqueceram da gente"
Quem era Ranani Nidejelski Glazer

Ele residia em Tel Aviv com amigos e trabalhava como entregador.

No sábado (07 de outubro), estava na festa invadida por soldados do Hamas com sua namorada, Rafaela Treistman. Seu corpo foi encontrado na noite de segunda-feira (9).

Registre sua marca

Nas redes sociais, Glazer compartilhava posts sobre sua vida em Israel. Em uma foto em uma festa, onde estava envolto na bandeira do Brasil, ele escreveu “easy to find me on a rave” (“fácil me encontrar em uma rave”).

Nas redes sociais, ele também demonstrava ser aventureiro, com registros de viagens por diversos países, incluindo Portugal, Amsterdã, França e Inglaterra, publicados no último ano.

Receba as principais notícias no seu WhatsApp

Comentários

Comentários