Nova ponte do Caraá deve finalmente sair após ser destruída pelo ciclone

Nesta terça-feira (6/2), o governador Eduardo Leite e o titular da Secretaria de Logística e Transportes (Selt), Juvir Costella, assinaram um contrato emergencial para a construção da nova ponte entre os municípios de Caraá e Santo Antônio da Patrulha, localizados no Litoral Norte do Rio Grande do Sul.

VIU - Internet

O investimento totalizará R$ 6,4 milhões, sendo R$ 3,9 milhões provenientes da União e R$ 2,5 milhões do Estado.

A previsão é que a nova estrutura sobre o Arroio Carvalho esteja pronta para receber o tráfego de veículos já em junho deste ano.

Portela Serviços Funerários

A nova ponte terá capacidade para suportar até 45 toneladas, com duas faixas de tráfego e acostamento, além de possuir 10,4 metros de largura e 60,55 metros de comprimento.

O governador Leite destacou que a nova ponte será mais resistente e robusta, atendendo às necessidades da comunidade.

Juvir Costella ressaltou a importância da obra para os moradores locais, especialmente após os impactos causados pelo ciclone do ano passado, e também para a economia regional, uma vez que facilitará o escoamento da produção.

Nova ponte do Caraá deve finalmente sair após ser destruída pelo ciclone
Massagem

A antiga ponte foi derrubada durante o ciclone, e desde então o tráfego foi restabelecido por meio de um desvio emergencial. Agora, com a construção da nova ponte, a comunidade contará com uma estrutura permanente e mais segura.

Luciano Faustino, diretor-geral do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), expressou a expectativa de que a empresa responsável pela obra cumpra um cronograma acelerado, permitindo a liberação do tráfego de veículos até a conclusão total da estrutura.

O investimento para a reconstrução das pontes destruídas foi cadastrado no Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional, demonstrando o compromisso do Estado em garantir a infraestrutura necessária para a população e o desenvolvimento regional.

Receba as principais notícias no seu WhatsApp

Registre sua marca

Comentários

Comentários