Polícia Civil abrirá inquérito para investigar desabamento em Capão da Canoa

O delegado da Polícia Civil de Capão da Canoa Heraldo Chaves Guerreiro abrirá inquérito para investigar o motivo do desabamento em uma obra nos fundos do Edifício Santa Fé, na Avenida Beira-Mar, 1.479, que matou quatro pessoas e deixou um ferido na madrugada deste domingo.

A Brigada Militar (BM) e os bombeiros isolaram a área para a perícia de engenheiros da prefeitura e do Instituto-Geral de Perícias, que chegaram por volta das 11h15min. Dezenas de curiosos estavam em frente ao local.

Segundo os bombeiros, cerca de dez pessoas foram retiradas de um prédio ao lado do Edifício Santa Fé, que foi isolado juntamente com outro prédio vizinho. Na manhã de hoje, a prefeitura de Capão da Canoa ainda não havia localizado a empresa responsável pela obra. Segundo os bombeiros, havia pilares em reforma no local, no entanto, não havia placa indicativa de obras. A estrutura que desabou fica na parte dos fundos do edifício.

Durante a madrugada, as equipes de resgate usaram cães farejadores para procurar por mais vítimas. De acordo com o relato de sobreviventes, as quatro vítimas soterradas estavam no terceiro piso.

Comentários

Comentários