Sobrevivente de naufrágio em lagoa de Mostardas explica como ocorreu o caso

Em depoimento à Polícia Civil o segundo homem que sobreviveu após a embarcação que ele estava virar confirmou que outras quatro pessoas estavam com ele.

Hoffmeister Assistência Funeral

A ocorrência foi registrada na Lagoa da Reserva, em Mostardas, na última quarta-feira (4).

Conforme o delegado André Castilho, que investiga o caso, o homem confirmou que estava de colete salva-vidas, o que permitiu que ele saísse da lagoa.

Portela Serviços Funerários

Para a polícia, o primeiro sobrevivente, que é proprietário da área de extração de resina onde os outros quatro tripulantes trabalham, confirmou ainda que todos tinham saído para colocar uma rede de pesca.

No entanto, eles foram surpreendidos por uma ventania na Lagoa da Reserva, gerando ondas, onde embarcação a motor e de pequeno porte afundou.

Cosmos Uniformes
Sobrevivente de naufrágio em lagoa de Mostardas explica como ocorreu o caso

Ainda de acordo com delegado, não havia excesso de peso na embarcação, e sim a água que acabou invadindo o barco. André Castilho confirmou que todos têm conhecimento do local.

Os quatro trabalhadores são naturais de Caldeirão Grande, na Bahia, mas já viviam no Rio Grande do Sul há algum tempo.

Disco Mania

Agora, a Polícia Civil seguirá ouvindo alguns familiares e aguarda pelos resultados das perícias do que já foi localizado.

O Corpo de Bombeiros e a Marinha seguem as buscas aos dois tripulantes desaparecidos.

Na quinta-feira (5), as equipes de resgate localizaram o corpo de Givaldo Aparecido Miranda dos Santos, 41 anos, e a embarcação que eles estavam.

Receba as principais notícias no seu WhatsApp

Comentários

Comentários