Aceita denúncia contra suspeitos de homicídio de empresário mineiro em Santo Antônio da Patrulha

O Juiz de Direito Felipe Roberto Palopoli, da 1ª Vara Judicial da Comarca de Santo Antônio da Patrulha, recebeu a denúncia oferecida pelo Ministério Público Estadual contra dois homens acusados de matar o empresário mineiro Samuel Eberth de Melo.

Frigorifico Borrussia

Com isso, Diego Gabriel da Silva e Wellington Luiz Rodrigues da Silva passam a figurar como réus no processo criminal e responderão pelos crimes de homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver.

A decisão é desta quarta-feira (02/08).

Os acusados estão presos preventivamente.

Dr. Bruno Loranos Germani

Decisão

O Juiz Felipe Palopoli entendeu estarem presentes os requisitos necessários para a instauração da ação penal.

O magistrado, em sua decisão, explicou que “para efeitos deste juízo preliminar, os elementos contidos no inquérito policial apontam para os denunciados a autoria do fato delituoso, bem como demonstram a materialidade dos crimes descritos na peça inicial.

Essa a razão que indica a razoabilidade da acusação e a conveniência de instauração de processo judicial para averiguar o cometimento do possível crime, em instrução probatória dotada de contraditório”.

Massagem
Livros Cristãos

Caso

Samuel Eberth de Melo viajou ao Rio Grande do Sul para encontrar Diego, de quem era sócio.

Eles vendiam carros em Novo Hamburgo e região.

O empresário mineiro estava desconfiado do parceiro e desejava tratar pessoalmente do assunto.

Chegando ao estado, a vítima foi levada a Santo Antônio da Patrulha, onde foi morta a tiros.

Santo Antônio da Patrulha: denunciados sogro e genro por assassinato de empresário mineiro

TJ RS

Disco Mania

Comentários

Comentários